Estudos e diagnósticos

Disponibilização de informação que aumente o potencial tecnológico,de investigação e inovação das PME em áreas estratégicas para o seu crescimento sustentado e competitivo.

 

Diagnóstico de necessidades respeitantes à Indústria 4.0 nos setores tradicionais em Portugal

Esta ação tem como principal objetivo disponibilizar às PME informação que aumente o seu potencial tecnológico, de investigação e inovação em áreas estratégicas para o seu crescimento sustentado e competitivo.

Para os devidos efeitos, numa primeira fase, será necessário fazer um diagnóstico de necessidades respeitantes à Indústria 4.0 nos setores tradicionais em Portugal, ou seja, compreender o nível de maturidade das competências digitais e estruturas organizacionais atuais de suporte à análise de dados e aferir as oportunidades associadas à transformação para Indústria 4.0.

 

Estudo de Benchmarking - Metodologias Indústria 4.0 na Alemanha

Depois de efetuar um pré-diagnóstico ao posicionamento do setor a nível nacional, a etapa seguinte, será a elaboração de estudos de benchmarking em mercados da Europa Central, cujo potencial tecnológico e de inovação é bastante elevado.

Com estes estudos pretende-se:

  • Saber quais os players internacionais com quem devem ser firmadas parcerias;
  • Recolha e análise de informação sobre modelos de negócio, produtos e processos produtivos;
  • Assegurar melhores condições de acesso a mercados, tecnologias e competências;
  • Em que medida é que a indústria 4.0, através da sua transformação digital e de investimentos em tecnologias e em formação, contribui para ganhos de eficiência operacional, redução de custos e níveis de qualidade mais rigorosos para estas empresas;
  • Identificar e avaliar nos mercados alvo identificados o potencial que poderá resultar do processo de digitalização do seu modelo de negócio;
  • Como as empresas nacionais poderão aproveitar as vantagens destas novas ferramentas e de que forma, quer atuando no portefólio de produtos ou processos, nos modelos de distribuição ou na otimização dos seus processos internos.    

 

Guião de boas práticas para implementação de indústria 4.0 nas PME     

A elaboração do “guião de boas práticas para implementação de indústria 4.0” consiste numa ferramenta de suporte para o alinhamento das estratégias de negócios e operações com as novas tecnologias emergentes.

Esta ferramenta permite captar uma “radiografia” interna do tecido empresarial, de forma a determinar o seu estágio atual no processo de transformação, a partir de perspetivas tecnológicas, organizacionais e culturais.

Este guia pode ser considerado um modelo de avaliação de maturidade em si, mas também um guia para que as empresas compreendam o caminho que devem seguir para o desenvolvimento da Indústria 4.0, e construam seus próprios modelos, no sentido de se tornarem recetivas a novas tecnologias, competências e know-how, auxiliando na criação de medidas que entreguem benefícios concretos.

A utilização do guia compreende uma abordagem em três fases:

  1. Identificação do estágio atual de maturidade nas diferentes áreas estruturais.
  2. Definição por parte da organização do estágio de maturidade que ela pretende atingir ao final do processo de transformação, baseada na estratégia corporativa. Assim, ela é capaz de analisar o gap existente entre a sua situação atual e os objetivos perseguidos, assim como as capacidades necessárias para a obtenção da maturidade desejada.
  3. Definição de ações para prover as capacidades necessárias, e a incorporação das mesmas em um mapa estratégico da Indústria 4.0.

              

Avaliação e Impacto do Projeto        

Esta ação compreende a avaliação e impacto do projeto de forma a avaliar se a transformação digital levada a cabo está em conformidade com os objetivos definidos, monitorizar a performance empresarial e averiguar se as medidas implementadas estão a gerar valor acrescentado.